Vida universitária

Vale a pena fazer intercâmbio de curta duração durante as férias?

vale-a-pena-fazer-intercambio-de-curta-duracao-durante-as-ferias.jpeg
Escrito por Ânima Educação

Muitas pessoas que trabalham ou estudam — ou ambos — e que sonham em fazer um intercâmbio no exterior, acabam desistindo ou protelando esse desejo simplesmente por não terem a disponibilidade necessária para passar longos períodos longe do Brasil. Afinal, largar todos os compromissos por aqui nem sempre é uma opção viável, não é mesmo?

A boa notícia é que existem muitas opções de intercâmbio de curta duração disponíveis por aí, que variam de duas semanas a um mês. Porém, é muito comum que alguns questionamentos venham à mente quando a única opção viável no momento é essa: vale a pena investir nessa opção durante as férias escolares ou do trabalho? Será que um período tão curto fora do país é capaz de agregar algo de positivo e enriquecedor de fato?

É exatamente para responder a essas questões que escrevemos o post de hoje! Continue a leitura e confira!

Quando um intercâmbio de curta duração vale a pena?

A resposta para essa pergunta é: depende de quais são os seus objetivos com a viagem. Os intercâmbios de curta duração, que variam entre duas e quatro semanas em um país estrangeiro, geralmente são ofertados juntamente com um pacote de aulas do idioma natal do lugar de destino. O objetivo principal desse tipo de programa, quase sempre, é fazer uma imersão, aprofundando-se no conhecimento da língua.

Por isso, é bastante interessante que, antes de embarcar nessa aventura, você já tenha um conhecimento básico do idioma do país escolhido. Afinal, aprender uma nova língua do zero, em, no máximo, um mês, não é tarefa das mais fáceis, certo?

Entretanto, uma experiência em um país estrangeiro, mesmo que de curta duração, pode lhe proporcionar muito mais aprendizado do que apenas o aprofundamento em um segundo idioma. Dependendo de como você enxergar e aproveitar o período de intercâmbio, muitas outras vantagens podem vir agregadas a essa experiência. Confira as principais na lista abaixo:

Melhorar o idioma

Obviamente, a vantagem principal. Especialmente se você escolher um programa de intercâmbio com esse foco, durante todo o período em que estiver fora, terá que frequentar muitas horas de aula por dia. Você não é capaz de imaginar o que uma imersão profunda no estudo de um idioma pode melhorar a sua fluência.

Muitas pessoas, inclusive, aproveitam o período de férias no trabalho para fazer um intercâmbio e melhorar o inglês, por exemplo, com o objetivo de se aprimorar e crescer dentro da empresa em que trabalha. E não é para menos! Dominar um segundo idioma hoje em dia é praticamente um pré-requisito para qualquer profissão.

Imergir em uma cultura distinta

Ao fazer um intercâmbio, você passará a viver em um lugar que, além de um outro idioma, também possui uma cultura totalmente distinta da nossa. São costumes, valores, comidas, maneiras e comportamentos com os quais você nunca teve contato em sua vida.

E se você souber aproveitar o período fora para conhecer a fundo essa cultura distinta, poderá ter surpresas muito positivas. Abrir-se para costumes diferentes dos quais você já está acostumado lhe tornará mais tolerante e respeitoso com as diferenças e lhe fará perceber que o mundo vai muito além de seu “universo particular” de todos os dias.

Ampliar o networking

Para quem trabalha ou mesmo para quem ainda está na graduação, o período fora do país também pode ser utilizado para ampliar enormemente o networking profissional. Aproveitar esse tempo para conhecer pessoas que trabalham ou estudam o mesmo que você, aprender novos conceitos e teorias e criar laços de relacionamento pode lhe proporcionar muitas oportunidades futuras.

Aquela vaga de trabalho naquela empresa incrível ou mesmo a sua pós-graduação naquela universidade renomada podem surgir desses contatos, já pensou nisso?

Tornar-se mais independente

Mesmo que seu tempo de intercâmbio seja curto, ao chegar em um país diferente, sozinho, você não terá alternativa: vai ter que se virar, sim ou sim. Nessas horas, não haverá família nem amigos por perto e você terá que tomar totalmente as rédeas de sua vida nas mãos.

Isso pode soar um pouco assustador, principalmente para quem tem um perfil mais dependente. Mas não se deixe abater! Um mês se virando sozinho e você se tornará uma pessoa muito mais independente e confiante em suas próprias capacidades, acredite!

Melhorar o currículo

Não são poucas as empresas hoje em dia que valorizam, e muito, períodos vividos fora do Brasil na hora de contratar novos colaboradores. Afinal, elas sabem muito bem o nível de engrandecimento pessoal que as pessoas que já tiveram essa experiência possuem em relação a quem nunca pisou fora de sua cidade natal.

Maior independência, proatividade, tolerância, capacidade de lidar com diferentes tipos de pessoas e desenvoltura são características muito buscadas pelos empregadores e que são imensamente desenvolvidas em um período de intercâmbio. Então, se você possuir uma experiência como essas no currículo, ponto para você!

Conhecer novos lugares

Nem só de estudos de idiomas e situações que engrandecem as pessoas são feitos os períodos de intercâmbio. O turismo, obviamente, está incluído no pacote.

Aproveitar os períodos de tempo livre entre as aulas para passear por toda a cidade, conhecer os pontos turísticos principais, os restaurantes e bares mais bacanas e os parques onde o pessoal costuma se reunir será uma experiência incrível e muito marcante em sua vida.

Praticar a desenvoltura e o jogo de cintura

Você quer pedir seu prato preferido no restaurante. Não sabe que ônibus tem que pegar e terá que perguntar. Se perdeu em um bairro novo. O chuveiro queimou. Você não sabe como ligar o forno da casa. O supermercado do bairro é recheado de comidas que você não tem nem ideia do que são e de como prepará-las. Todas essas são situações mais do que corriqueiras para quem está passando um tempo em um lugar totalmente novo.

E apesar de poderem causar algum nível de preocupação e até mesmo medo, o fato de você não poder contar com ninguém além de você mesmo para resolver a situação, estimulará sua desenvoltura e seu jogo de cintura de uma maneira que você nunca foi capaz de imaginar! E é exatamente nesses momentos em que você se dá conta de que é muito mais capaz e forte do que pensava. A cada “perrengue” resolvido, você terá mais orgulho de si mesmo e terá a certeza de que pode conquistar o que quiser e chegar aonde desejar.

Viu só como um intercâmbio de curta duração pode ser imensamente vantajoso para você? Se você ainda tinha alguma dúvida sobre isso, agora ela desapareceu, não é mesmo? Então, o que está esperando? Escolha o programa que mais tenha a ver com os seus objetivos e arrume já suas malas. O mundo lhe espera!

Você curtiu esse post? Então compartilhe-o em suas redes sociais e faça com que ele alcance mais pessoas interessadas nesse assunto!

Deixar um comentário