Graduação Tecnológica

Top 6 carreiras para quem fazer graduação tecnológica

Agronomist analysing cereals with laptop computer
Escrito por Ânima Educação

Com um mercado de trabalho cada vez mais exigente e competitivo, muitas pessoas que ainda não cursaram uma graduação estão optando por ingressar em uma graduação tecnológica. Surgida na década de 1960 no Brasil, a graduação tecnológica possui a vantagem de formar profissionais de maneira rápida (entre 2 e 3 anos) e é bastante procurada por quem busca impulsionar sua carreira ou para conseguir aquela tão sonhada promoção.

É necessário deixar claro que uma graduação tecnológica não é o mesmo que um curso técnico. Apesar de serem cursos mais voltados para a prática do que para a teoria, os cursos de graduação tecnológica são considerados uma formação de nível superior, e os tecnólogos formados podem até mesmo ingressar em cursos de pós-graduação stricto sensu, como mestrado e doutorado.

Hoje em dia esse tipo de formação tem ganhado muito destaque no Brasil. Segundo o Ministério da Educação e Cultura (MEC), o número de alunos matriculados nessa modalidade de graduação subiu de 81,3 mil para 421 mil entre 2002 e 2008, e, atualmente, 16% das vagas de nível superior disponíveis em nosso país são de cursos de graduação tecnológica.

O aumento da demanda se deve, em grande parte, ao fato de que há um déficit de tecnólogos no Brasil, e a tendência é que esses profissionais sejam absorvidos rapidamente pelo mercado de trabalho após a formatura.

No artigo de hoje, listamos 6 carreiras possíveis para quem quer fazer um curso de graduação tecnológica. Se você possui interesse em se tornar um tecnólogo, continue lendo para saber mais.

Analista e desenvolvedor de sistemas

O curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas forma profissionais capazes de especificar, projetar, desenvolver, testar, implantar e manter sistemas computacionais. Com esses conhecimentos, é possível construir algoritmos em linguagem de programação e desenvolver e gerenciar softwares.

Um analista e desenvolvedor de sistemas, após a conclusão de seu curso, poderá atuar em todas as fases de desenvolvimento de sistemas, podendo exercer funções como analista de testes, gerente de projetos de softwares, analista de suporte, administrador de banco de dados e engenheiro de software.

Designer gráfico

O tecnólogo formado em Design Gráfico é capaz de compreender o contexto desse tipo de design em todos os meios de comunicação e acompanhar o desenvolvimento da indústria gráfica. Criação de logos, projetos de identidade visual, produção de material gráfico de divulgação para empresas, diagramação, design de websites e mídias digitais e produção de vídeos estão entre as principais atividades desse profissional.

Após a formatura, um designer gráfico poderá trabalhar em agências de publicidade, escritórios de design, nos mercados gráfico e de TI, em departamentos de comunicação de qualquer empresa e em produtoras de internet.

Gestor ambiental

Se você se preocupa com questões ambientais e de sustentabilidade no mundo corporativo, uma graduação tecnológica em Gestão Ambiental pode ser exatamente o que você procura! Durante o curso, os alunos são preparados para gerir questões ambientais, envolvendo tanto os ambientes naturais quanto os urbanos e industriais. Um tecnólogo em gestão ambiental é capaz de identificar impactos sobre os mais diferentes tipos de ecossistemas e de buscar soluções para eles.

Esse é um tipo de graduação multidisciplinar, uma característica que vem sendo muito valorizada por empresas de diversos segmentos de atuação. O gestor ambiental é solicitado para a resolução de problemas ligados aos ecossistemas, biodiversidade, poluição de água, solos e atmosfera, e também para criar ações de manejo de recursos naturais e energéticos, estudando a aplicação de normas e leis ambientais.

Gestor da qualidade

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e com consumidores cada vez mais exigentes, a qualidade de produtos e serviços oferecidos por uma empresa, seja de qual segmento for, é uma das maiores preocupações.

Sendo assim, um tecnólogo em Gestão da Qualidade é extremamente requisitado, com o objetivo de elaborar e implantar sistemas de gestão nas companhias, tendo o domínio de ferramentas específicas para calcular, mensurar e promover a qualidade e a capacidade produtiva de um empreendimento. Além disso, esse profissional é apto a aplicar, integrar e incorporar ferramentas e metodologias aos sistemas de gestão da qualidade em áreas como as da saúde e de segurança do trabalho.

Praticamente todas as empresas do setor privado — e muitas públicas também — possuem um gestor da qualidade em seu quadro de colaboradores. Um profissional formado nessa área pode atuar como auditor interno, gestor do setor de qualidade e consultor externo.

Tecnólogo em Processos Gerenciais

Se você é uma pessoa multitarefa e possui interesse em áreas como gestão de processos comerciais, logística, recursos financeiros e humanos dentro de uma empresa, talvez a graduação tecnológica em Processos Gerenciais seja a ideal para você! Esse curso proporciona um aprendizado contínuo sobre os mais diversos setores do gerenciamento empresarial.

Um tecnólogo em processos gerenciais é um gestor capaz de elaborar estratégias com foco nas tendências de mercado, nos fornecedores, nos clientes e na própria instituição na qual trabalha. Por isso, esse profissional pode atuar em diversos cargos de gerência de uma empresa, como planejamento estratégico, processos produtivos, qualidade, suprimentos, custos, programação e controle de produção. Além disso, também pode atuar prestando serviços de consultoria para empresas.

Tecnólogo em Gastronomia

Com o aumento do poder aquisitivo dos brasileiros nos últimos anos, houve uma enorme expansão da gastronomia, com mais pessoas desfrutando de restaurantes, espaços gourmet e food trucks. Para quem gosta de cozinhar e possui, ao mesmo tempo, uma veia empreendedora, uma graduação tecnológica em Gastronomia pode ser uma ótima opção.

Essa graduação forma profissionais aptos para atuarem em empresas do setor alimentício e empreenderem em negócios próprios, de maneira responsável e sustentável. Além disso, um tecnólogo em gastronomia desenvolve durante o curso a capacidade de compreender e transformar as realidades organizacionais, adequando-as à constante evolução da vida cultura, social e econômica, nos níveis regional, nacional e internacional. Dessa maneira, é possível prever as consequências dos impactos do desenvolvimento do setor gastronômico.

Algum desses cursos de graduação tecnológica tem tudo a ver com você? Compartilhe suas dúvidas e opiniões sobre esse assunto nos comentários!

 

Deixar um comentário