Vida universitária

Saiba como sua alimentação afeta seu desempenho no vestibular

saiba-como-sua-alimentacao-afeta-seu-desempenho-no-vestibular.jpeg
Escrito por Ânima Educação

Os meses que antecedem o vestibular são marcados por muito estudo e ansiedade por parte dos candidatos. Essa rotina estressante faz com que os jovens se esqueçam de bons hábitos alimentares.

Não é raro que os vestibulandos passem vários dias em verdadeiras maratonas de estudos, normalmente regadas a muito café, bebidas energéticas e se alimentando de fast-food. No dia da prova, a ansiedade toma conta e a alimentação adequada é deixada de lado mais uma vez.

Mas será que a qualidade dos alimentos que fazem parte do cardápio influencia no desempenho no vestibular? É possível ter a alimentação como uma aliada dos estudos? O que comer antes e no dia das provas? Descubra!

Na hora de estudar: construindo bons hábitos alimentares

Durante o longo período de preparação para o vestibular, os estudantes costumam se preocupar com o local de estudos, o material utilizado e as técnicas de memorização e aprendizado na tentativa de obter um bom desempenho no vestibular.

Porém, um aspecto pouco lembrado nessa fase da vida é a alimentação, que pode contribuir muito para uma maior concentração, melhor raciocínio lógico e alto rendimento nos estudos.

Uma boa maneira de garantir todos os nutrientes que o organismo (incluindo o cérebro) precisa é investir em uma alimentação variada e baseada em alimentos frescos e orgânicos, dispensando o consumo de industrializados e ultraprocessados.

No cardápio do estudante não podem faltar alimentos ricos em ômega 3, minerais como selênio e zinco, vitamina D e nutrientes do Complexo B, que contribuem para o aprendizado e estimulam a formação de conexões entre os neurônios. Esses nutrientes podem ser encontrados em diversos alimentos, entre eles:

  • frutas frescas (morango, uvas, pêssego, maçã, banana, abacate);
  • verduras e hortaliças (espinafre, couve, rúcula);
  • peixes (atum, sardinha, salmão);
  • sementes e oleaginosas (nozes, castanhas, chia, linhaça);
  • leite e seus derivados (iogurte, queijos magros);
  • ovos (especialmente a gema).

Na véspera da prova: controlando a ansiedade

A alimentação tem um papel importante no controle da ansiedade, comum a todos os estudantes na véspera da prova. Mas, ao contrário do que se imagina, café, chocolate e comidas ricas em açúcar dão uma falsa sensação de alívio e passado o efeito, o nervosismo volta ainda mais intenso.

Se a alimentação habitual do estudante não for das melhores, pode não ser uma boa idéia fazer uma mudança radical antes de um dia tão importante. Nesse caso, apenas evitar alimentos muito gordurosos ou ricos em açúcar já pode ajudar no controle da ansiedade e na preparação para o exame.

Mas se a alimentação nas semanas antes da prova for equilibrada e nutritiva, é indicado manter a rotina alimentar, fazendo pequenas refeições e ingerindo alimentos frescos (frutas, legumes, hortaliças), carnes magras e cereais integrais.

Outra boa maneira de ter a alimentação como aliada na véspera do vestibular é incluir nas refeições alguns alimentos ricos em triptofano, um aminoácido que ajuda a melhorar o humor, contribui para a qualidade do sono e ameniza os efeitos do estresse.

Boas fontes dessa substância são os peixes (principalmente o salmão e o atum fresco), a banana, a semente de linhaça, as castanhas, o chocolate amargo, o queijo branco, as leguminosas e o leite.

No dia da prova: como ter um bom desempenho no vestibular

A alimentação no dia da prova pode ter uma grande influência no desempenho no vestibular. Afinal, quem nunca ouviu uma história desastrosa sobre alguém que sofreu com desconfortos abdominais no grande dia? Ou ficou sabendo de um estudante que preferiu passar o dia sem comer e acabou passando mal durante o exame?

Para prevenir esse tipo de problemas, basta evitar exageros e seguir as dicas que preparamos para você:

1. Tome um café da manhã nutritivo

Mesmo quem não tem o costume de fazer a primeira refeição do dia antes de começar suas atividades pode se beneficiar de um café da manhã composto por frutas, iogurte, cereais integrais e laticínios.

A quebra do jejum noturno é essencial para trazer mais disposição e energia durante todo o dia e pode fazer uma grande diferença no desempenho no vestibular.

2. Faça boas escolhas no almoço

De nada adianta ter uma alimentação saudável durante os estudos e exagerar no almoço antes da prova. Uma refeição desequilibrada pode pesar no estômago, dificultando a digestão, causando sonolência e afetando a capacidade de concentração e o raciocínio lógico.

O ideal é que o almoço seja composto por carboidratos (na forma de alimentos integrais, de preferência, como arroz ou macarrão), proteínas magras (carnes sem gordura), verduras e legumes ricos em fibra e uma fruta de sobremesa

3. Beba muita água

O excesso de café ou bebidas energéticas ricas em cafeína pode trazer um efeito indesejado — e perigoso — para os estudantes às vésperas do vestibular: ao invés de tirar o sono e garantir concentração para muitas horas de estudo ou de prova, essas substâncias podem aumentar a ansiedade, causar insônia e acelerar os batimentos cardíacos.

Por isso, a água deve ser a principal escolha dos estudantes na hora de matar a sede: ela garante uma boa hidratação do organismo e evita os efeitos da desidratação, que vão desde dores de cabeça e fraqueza até cãibras e náuseas.

4. Evite longos períodos sem se alimentar

A ansiedade pode causar falta de apetite e passar várias horas sem se alimentar favorece baixos níveis de glicose no sangue, causando desde sonolência e dificuldade de concentração até dores de cabeça, quedas de pressão e tontura.

Além disso, atividades que exigem esforço intelectual intenso demandam um grande gasto energético e, para tanto, é necessário que o organismo esteja nutrido de forma adequada.

Durante a prova, o estudante deve consumir alimentos práticos e leves para evitar qualquer desconforto gástrico. Bons exemplos de lanche são castanhas, biscoitos integrais, frutas, água e sucos.

Como vimos, alimentação do estudante durante o período de estudos e nos momentos que antecedem a prova tem grande influência no seu desempenho no vestibular. Por isso, é importante investir em refeições nutritivas e saudáveis, que melhoram a concentração e estimulam a performance em atividades intelectuais.

Agora que você já sabe disso, que tal ficar por dentro de tudo o que um estudante precisa para ter sucesso? A “link para blog do cliente” espera por você para seguirmos juntos nessa caminhada!

 

Deixar um comentário