Vida universitária

Quais disciplinas são cursadas na graduação em Relações Públicas?

quais-disciplinas-sao-cursadas-na-graduacao-em-relacoes-publicas.jpeg
Escrito por Ânima Educação

Você tem alguma ideia do que é estudado na graduação em Relações Públicas? Pois é, se você pretende ingressar nessa área, é importante conhecer o caminho que deverá ser percorrido durante sua vida acadêmica.

Por ser um curso de Comunicação Social, as Relações Públicas costumam abraçar disciplinas comumente vistas em Publicidade e Jornalismo, mas se considerarmos as matérias mais específicas, percebemos que a graduação oferece uma grade diversificada.

Por um lado, uma matriz multidisciplinar é boa porque traz um conhecimento mais vasto aos alunos. Por outro, uma grade abrangente pode atrapalhar aqueles que querem entrar no curso, mas ainda não sabem quais são as disciplinas mais importantes.

Para facilitar sua vida, selecionamos, neste texto, as principais matérias do curso de Relações Públicas e como elas podem ser aplicadas na carreira de um profissional de RP. Acompanhe a seguir!

Eventos, Protocolo e Cerimonial

Ter noções de organização de eventos é um dos pontos básicos de todo universitário de Relações Públicas. A ideia, nessa matéria, é preparar o aluno para planejar e organizar eventos institucionais e promocionais de uma empresa, como exposições, palestras, convenções internas, lançamentos e recepções.

A parte de cerimonial e protocolo lida com as orientações para os clientes manterem um comportamento adequado e favorável à sua imagem institucional nos eventos em que eles organizam ou participam.

Essa disciplina é uma das mais comuns nas grades das universidades que oferecem o curso de RP. Isso porque a área de eventos também é uma das mais buscadas por profissionais de Relações Públicas, já que é uma das principais formas das empresas promoverem uma boa imagem e se relacionarem melhor com o público.

Comunicação Organizacional

Trata de métodos e técnicas para qualificar a comunicação de uma empresa ou instituição pública perante seu público interno e externo. Pode ser considerado um dos pilares da graduação em Relações Públicas, visto que o profissional será responsável por coordenar e executar ações de comunicação integrada e de relacionamento com clientes, imprensa, órgãos governamentais, parceiros de negócio, etc.

Em comunicação organizacional, você poderá ter contato, por exemplo, com conceitos e práticas ligadas à Assessoria de Imprensa, que é uma das profissões mais buscadas pelos formandos em RP.

Se você já ouviu falar em gestão de crises, por exemplo, saiba que você, como um futuro Relações Públicas, precisará dominar as técnicas de assessoria e, consequentemente, comunicação organizacional. Assim, você terá mais condições de fazer com que sua futura empresa ou cliente seja menos impactado ou tire um melhor proveito de problemas que possam arranhar sua imagem.

Pesquisa de Opinião

As disciplinas ligadas à pesquisa de opinião e mercado são muito usuais nos cursos de Relações Públicas. Trata-se de uma matéria extremamente necessária, visto que as pesquisas são consideradas ferramentas de inteligência que ajudam projetos a serem mais bem-sucedidos.

Quando você for um profissional de RP, eventualmente terá que recorrer às pesquisas de mercado para entender as tendências, comportamentos e percepções dos públicos entrevistados, sejam eles externos ou internos.

As pesquisas são úteis tanto para ajudar a montar um plano de comunicação quanto mensurar os resultados de uma ação promocional ou institucional. Durante a faculdade, você aprenderá as teorias e as técnicas para planejar, executar e analisar uma pesquisa de opinião ou de mercado.

Teorias da Comunicação

Como, em muitas faculdades, o curso de Relações Públicas é considerado uma habilitação da graduação em Comunicação Social, nada mais natural do que estudar as Teorias da Comunicação. O nome já indica que se trata de uma disciplina extremamente teórica – e de fato ela é. Nela, você conhecerá os autores, escolas e teorias clássicas da comunicação.

A princípio, pode até não parecer que tanta teoria seja aplicada na vida profissional, mas a verdade é que existem conceitos que fazem muito sentido na prática. Um deles é a Agenda Setting, que, resumidamente, fala da influência que os assuntos abordados na mídia exercem nas conversas e nas interações do dia a dia da população.

Nas Relações Públicas, um dos objetivos é projetar, nos meios de comunicação, uma imagem ou valores desejados por uma empresa ou instituição. O objetivo é fazer com o que o público – que pode ser seus funcionários, concorrentes ou clientes – perceba e absorva exatamente o que foi planejado e desejado por você.

Marketing

Já que a carreira de Relações Públicas também envolve a organização de atividades promocionais e de relacionamento com o público interno e externo, nada mais apropriado do que os alunos se aprofundarem nos conceitos e técnicas de marketing.

Dependendo da universidade, você poderá estudar tanto os fundamentos básicos do marketing quanto passar por algumas áreas mais específicas, como o marketing político, digital, social, esportivo e cultural. A ideia dessa variação é fazer o aluno ter contato direto com técnicas mais segmentadas dos setores em que as Relações Públicas se fazem mais presentes.

No caso do marketing esportivo e político, por exemplo, a finalidade é cumprir a dura missão de políticos, partidos, esportistas e clubes de preservarem e projetarem uma imagem desejável aos seus públicos de interesse (eleitores, divulgadores, seguidores, fãs, torcedores, clientes, sociedade, etc.).

Como se sabe, política e esporte são duas coisas que mexem muito com o lado emocional de quem os acompanha, logo, são áreas extremamente suscetíveis a crises institucionais e demandam um cuidado especial com a imagem de quem trabalha nesses segmentos.

Outras disciplinas

Ao longo do curso, você poderá passar por disciplinas de graduações fora do âmbito da Comunicação Social, mas que, ainda assim, são essenciais para tornar o profissional de RP mais completo. Algumas delas são:

  • Economia;
  • Administração;
  • Gestão de projetos;
  • Empreendedorismo;
  • Ciências Políticas;
  • Ética;
  • Sociologia.

Além dessas, existem outras matérias específicas que não puderam ser mais detalhadas neste texto, mas merecem sua atenção ao analisar as grades das faculdades, como:

  • Comunicação Interna;
  • Planejamento em Relações Públicas;
  • Comunicação Integrada;
  • Gestão de Mídias Sociais;
  • Produção de Conteúdo;
  • Redação em Relações Públicas.

O curso em cada instituição

Uma observação importante precisa ser feita: não são todas as instituições de ensino que oferecem essas disciplinas em sua grade do curso de Relações Públicas. Aliás, dificilmente o conjunto de matérias será idêntico.

Portanto, você deve pesquisar e comparar as disciplinas que cada faculdade oferece antes de pensar em se matricular. Quanto mais completa for a grade ou, ao menos, incluir todas ou grande parte das matérias que listamos, melhor será para sua vida acadêmica e profissional.

Após conhecer as disciplinas que são cursadas na graduação em Relações Públicas, vale conferir uma lista em que selecionamos as profissões com os melhores salários iniciais. A propósito, o profissional de RP está incluído nessa seleção. Quer saber qual a média de ganho inicial? Então confere lá!

Deixar um comentário