Empreendedorismo

Ideias para startup: como ter e como tirar do papel

Ideias_para_startup_como_ter_e_como_tirar_do_papel.jpg.jpeg
Escrito por Ânima Educação

Ter o seu próprio negócio é o objetivo de muitos brasileiros, afinal, empreender é uma ótima forma de tomar as rédeas da sua vida. Recentemente, a área de tecnologia vem ganhando bastante destaque, uma vez que ideias para startup podem render bons lucros. Mas, para ter esse insight, não basta ser criativo — é preciso ter faro para os negócios e fazer os planos saírem do papel

Quer saber como escolher as melhores ideias para startup e colocá-las em prática? Confira a seguir: 

Como ter ideias para startup

Ideias de startup podem surgir onde menos se espera, no entanto, isso não significa que empreendedores não possam fomentar o seu aparecimento. Estamos tentando dizer, na verdade, que o empreendedor em potencial fique atento ao ambiente ao seu redor, ou seja, desenvolva empatia e percepção para compreender os problemas dos outros e propor maneiras de resolvê-los. Uma característica comum das startups que funcionam de verdade é que elas nascem de uma ideia simples.

Tome como exemplo o Google: houve um tempo em que navegar pela internet se resumia a entrar em sites cujo o endereço você já conhecia ou clicar em links de um universo reduzido. A ideia dos seus fundadores era criar uma maneira de desbravar e buscar informações em todos os cantos da rede.

Veja como um problema antigo e simples pode dar início a uma série de soluções — como foi aconteceu naturalmente com o buscador que hoje oferece quase todo tipo de produto e serviço.

Busque ideias em vez de pensar nelas

Uma boa maneira de começar a conceber as suas ideias é avaliar possíveis soluções para problemas que você enfrenta no seu dia a dia. Dessa forma, é possível garantir, antes de tudo, que esses problemas existem e testar hipóteses que vão te ajudar a economizar tempo. Um dos fatores que mais faz startups falharem no mundo é o fato de que elas tentam resolver problemas que não existem para ninguém.

Interprete o mercado

Grande parte de ter boas ideias é separar os diamantes dos pedregulhos, isto é, ter um trabalho intenso na hora de entender as oportunidades que cada uma delas oferece e perceber quais fazem ou não sentido como ideia de negócio. Empreendedores de sucesso têm o instinto para idealizar conceitos úteis para os seus clientes em potencial e, principalmente, para discernir aqueles que valem a pena investir.

O grande desafio, então, acaba sendo perceber quais ideias poderiam se tornar novas empresas, produtos ou métodos que vão fazer a diferença na rotina de um grande número de pessoas. É preciso também ter uma percepção apurada de quais ideias são necessárias ou mesmo desejáveis, e isso se conquista observando o mercado e procurando entender como sua ideia vai se traduzir em retorno financeiro.

Lembre-se sempre da demanda das pessoas

Viver pensando em ideias para startup é uma excelente forma de não chegar a lugar nenhum. Além de ser uma maneira fácil de induzir seu raciocínio ao erro e ao exagero, também é uma forma muito devagar de produzir ideias.

De forma geral, partir do pressuposto de que as pessoas precisam de um produto quando não há nenhum indicativo disso é um jeito comum de errar. Enquanto essas ideias parecem boas para você e talvez até para alguns conhecidos, não significa que há uma demanda real por esse produto ou serviço. Lembre-se de que a lei da oferta e da procura funciona para qualquer modelo de negócio!

Outra forma comum de errar na hora de pensar em ideias para startup é estimar que o seu produto ou serviço despertará, imediatamente, um desejo de consumo — embora isso tenha sido uma verdade para a Apple, por exemplo, nem sempre funciona assim! Levou um tempão para a empresa californiana entender o que poderiam fazer para se diferenciar dos competidores e criar os computadores e celulares mais desejados do mundo.

Ou seja, para tirar uma ideia de startup do papel, é imprescindível saber que existem consumidores para o que você vende. Em um exemplo ainda mais claro, não adianta tentar vender carne para vegetarianos, mesmo que um dia elas possam desistir da sua dieta.

Fique de olho nas oportunidades e nas tendências

Para encontrar boas ideias, é preciso observar o mundo ao ser redor, encontrar usuários e entender tendências que podem ser uma boa fonte de inspiração para a sua próxima startup. O que parecia impossível até pouco tempo atrás — como os dispositivos vestíveis — pode, hoje, ser uma das grandes oportunidades de criar objetos que transformam o jeito como as pessoas executam tarefas simples.

O empreendedorismo social

Mas nem só na tecnologia estão as oportunidades (ou, pelo menos, não exclusivamente na criação de produtos e softwares). O empreendedorismo social está em alta, e a criação de oportunidades de colaboração entre os usuários — seja na construção de conhecimento ou na solução de problemas regionais — é uma chance e tanto para alcançar o sucesso.

A ajuda financeira

Aplicativos que são capazes de economizar dinheiro para os seus clientes também estão em alta, daqueles que ensinam o passo a passo para sair do vermelho até os que efetivamente oferecem oportunidades.

Seja realizando serviços bancários sem a cobrança de taxas graças ou entregando conveniência com alto custo benefício, economizar o tempo e o dinheiro dos clientes é uma ótima forma de começar uma startup.

Como tirar as ideias para startup do papel

Quando o assunto é tirar sua ideia do papel e atrair investimento, é preciso explicar a sua ideia para as pessoas que podem dar uma chance a ela. Depois disso, encontre um time e converse com outros profissionais do mercado que podem te mostrar o melhor caminho para concretizar sua ideia.

Inscreva-se para apresentar sua ideia em competições e meetups, espaços ideais para construir o networking necessário para fechar negócio.

Gostou dessas metodologias para desenvolver e tirar do papel as suas ideias para startup? Então, deixe um comentário! Aprovei e dê uma olhadinha na oportunidade de transferência para a Una — um centro universitário que estimula o empreendedor escondido dentro de você!

 

Deixar um comentário