Vida universitária

Calouro universitário: 6 passos para se dar bem no 1º período

calouro-universitario-6-passos-para-se-dar-bem-no-1-periodo.jpeg
Escrito por UNA

Depois do ensino médio as expectativas para a universidade são imensuráveis. A ansiedade natural para começar logo essa nova etapa da vida gera as melhores noites mal dormidas na vida de qualquer estudante. Afinal, a universidade é uma fase que representa não só novos desafios acadêmicos, mas também o amadurecimento do estudante.

Como toda nova jornada, o começo certamente é o momento mais difícil. O calouro universitário precisa se adaptar a uma rotina completamente nova, um ritmo de estudos mais puxado e, é claro, fazer novas amizades. Tudo isso pode determinar como serão os próximos anos na vida do universitário, por isso, é importante prestar atenção a algumas prioridades nesse momento.

Nesse post, você vai conhecer 7 passos para se dar bem nos primeiros períodos da universidade. Assim, você poderá enfrentar esse novo momento muito mais preparado e consciente do que está por vir. Confira tudo o que precisa saber logo a seguir!

1. Comece com tudo desde o início

Embora o relacionamento com os novos colegas seja muito importante para estabelecer novas amizades e o famoso networking, muitos universitários destinam tempo em excesso nas famosas chopadas e festas. O grande problema é que, ao contrário do colégio, cada período na faculdade contribui para aumentar ou diminuir o que chamamos de CR (Coeficiente de Rendimento).

E qual é a importância do CR? Para começar, muitas bolsas de pesquisa tem como um dos principais critérios a avaliação do CR do estudante. Se as notas forem muito baixas, portanto, as chances de consegui-las são bem menores. Além disso, algumas empresas também só ofertam estágios para alunos com CRs acima da média.

Se o aluno negligencia o seu CR nos primeiros períodos, enfrentará uma grande dificuldade para fazer seu rendimento geral ficar acima da média ou de acordo com os critérios das instituições privadas e públicas. No final, esse simples deslize pode ser bastante significativo para o sucesso ou o fracasso do futuro profissional no mercado de trabalho.

2. Estabeleça um bom networking

Não importa qual seja a carreira escolhida: o networking é fundamental para conseguir as primeiras oportunidades no mercado. Por isso, é muito importante formar amizades já no primeiro período da universidade. É claro que ninguém é obrigado a estabelecer laços com outras pessoas apenas para adquirir vantagens profissionais. O mais interessante é procurar por pessoas que compartilham das mesmas ideias e sonhos que você.

Esse pode ser um excelente começo para estabelecer relações frutíferas no longo prazo. Muitas empresas, por sinal, começam nos corredores das universidades, com jovens prodígios que possuem excelentes ideias. Além disso, a troca de experiências também costuma ajudar muito no crescimento profissional do estudante, por isso, procure sempre as amizades certas, que possam ajudá-lo a passar por essa fase com muito mais facilidade.

3. Decrete o fim da procrastinação

No colégio, a procrastinação muitas vezes é a regra na vida dos estudantes, mas nem sempre afeta a rotina do aluno de uma forma decisiva. Na maioria dos casos, trabalhos feitos na véspera, se caprichosos, garantem bons resultados para quem presta atenção na aula. Acontece que, em um ambiente universitário, essa realidade é completamente diferente.

Laudas e laudas de textos, folhas e folhas de pesquisa. Pode apostar que, a partir de agora, o ritmo de estudos será completamente diferente. Em muitos dos casos, deixar um trabalho para a véspera poderá até mesmo significar repetir a disciplina no período seguinte — o que tornará sua estadia na universidade ainda mais longa. Por isso, decrete agora mesmo o fim da procrastinação e se dedique já no primeiro período.

4. Use a fotocopiadora como uma alidada

Sabemos que a maioria dos estudantes precisam trabalhar duro para conseguir pagar a faculdade no final do mês. Essa é uma realidade válida, inclusive, para o calouro universitário. Por isso, é muito importante procurar formas para reduzir qualquer tipo de custo durante a longa jornada do aluno. Uma poderosa aliada nessa tarefa é a boa e velha fotocopiadora.

Pode ter certeza que serão inúmeros livros exigidos durante as salas de aula. Em alguns casos, os professores disponibilizam os capítulos que precisam na biblioteca ou na xerox. Em outros, pedem para comprar o material. Em qualquer situação, certifique-se de que a biblioteca possui os livros exigidos e, se for o caso, use a fotocopiadora para não ficar atrás.

Claro, se houver algum material específico que desperte a atenção do estudante, a compra pode ser interessante, no entanto, toda economia é bem-vinda para que o universitário possa manter as suas contas no azul.

5. Preste atenção aos professores

Outro ponto importante já no primeiro período da faculdade é prestar bastante atenção nos professores. Descubra quais são as suas linhas de pesquisa, se conhecem bem o assunto que dizem dominar e se são didáticos. Isso é importante pois, ao final do curso, o aluno precisa desenvolver o seu trabalho de conclusão de curso, e um professor da casa será responsável por todo acompanhamento do processo.

Muitos estudantes se esquecem dos seus professores dos primeiros períodos e podem perder grandes orientadores para concluir a etapa final da faculdade. É importante lembrar, ainda, que as monografias podem ser a porta de entrada para novas oportunidades, como o mestrado, por exemplo, portanto, é sempre bom procurar um verdadeiro mentor para ajudá-lo nessa etapa.

6. Respeite as matérias básicas

Por fim, é muito importante que o estudante respeite as matérias básicas, ou seja, todas as disciplinas que são apresentadas nos primeiros períodos da faculdade. Muitos, ansiosos para aprenderem o conteúdo das disciplinas específicas, acabam pulando etapas e montam grades muito mais avançadas do que a própria universidade recomenda.

Na maioria dos casos, o resultado não é dos melhores: o estudante fica perdido em um conteúdo muito mais complexo do que está preparado. Por isso, é muito importante terminar todas as matérias gerais e criar as bases para fazer bonito nos períodos seguintes. Afinal, como vimos anteriormente, o CR é muito importante para que o estudante consiga as melhores oportunidades acadêmicas e no mercado, certo?

Gostou das nossas dicas? Está mais preparado para encarar a vida de calouro universitário? Aproveite para conferir também o nosso guia para o sucesso profissional?

Deixar um comentário