Vida universitária

A faculdade de Cinema é a melhor opção para o meu perfil?

a-faculdade-de-cinema-e-a-melhor-opcao-para-o-meu-perfil.jpeg
Escrito por Ânima Educação

O Cinema brasileiro chama cada vez mais a atenção não apenas do nosso país, mas do mundo inteiro. Você quer entrar nessa? Então, a faculdade de Cinema pode ser o caminho certo para você!

Entretanto, antes de mais nada, é fundamental entender melhor o curso e o atual cenário da indústria cinematográfica brasileira. O mercado artístico, de forma geral, é instável, oferecendo poucas certezas. Portanto, quem quer seguir esse caminho precisa de muita determinação e talento, além de informações prévias para começar com o pé direito. Continue a leitura!

O perfil do estudante e do profissional de Cinema

O Cinema é uma indústria com uma grande variedade de funções. Afinal, é preciso muito mais do que um roteirista e um diretor para que uma obra audiovisual se torne realidade! Portanto, o Cinema abraça vários tipos de perfis e objetivos, mas algumas características são desejáveis para todos.

Como mencionamos, o Cinema, assim como qualquer outra carreira artística, é uma área repleta de incertezas, especialmente para o profissional iniciante. São poucos os cineastas que conseguem alcançar um patamar no qual é possível tratar a profissão como um emprego fixo, e mesmo eles podem passar por períodos mais complicados.

Dessa forma, é fundamental que os interessados em ingressar na faculdade de Cinema sejam pessoas determinadas, dispostas a não desistir diante da primeira adversidade. Isso só será possível se você for realmente apaixonado por Cinema e pela arte de fazer filmes, pois essa será sua motivação frente aos obstáculos da carreira.

O Cinema exige, também, muita organização e planejamento. Você deve ser capaz de fazer o que você deseja ou o que é requisitado a partir dos recursos disponíveis. Você precisa se manter dentro de um calendário predefinido, saber trabalhar em equipe, entender seu equipamento e ter a noção de que você não pode ultrapassar o orçamento disponível.

Outras exigências são o profissionalismo e a responsabilidade. Para conquistar seu espaço na indústria cinematográfica, é fundamental que você construa seu nome enquanto profissional. Portanto, dê sempre o seu melhor, cumpra os prazos determinados, seja sincero quando houver algum obstáculo ou imprevisto e se empenhe em tornar o filme em que você está trabalhando uma realidade. Dessa maneira, quem trabalha com você estará inclinado a recomendar você e a contratá-lo de você, possibilitando que você sobreviva como cineasta e tenha demandas constantes.

Se você quiser ser diretor de Cinema, precisará ter postura de líder e ser capaz de coordenar toda a equipe que trabalha atrás das câmeras. Além disso, você deve entender bem as demais áreas do fazer cinematográfico, pois é você quem deverá definir o que cada um deve fazer e decidir se o trabalho entregue está ou não dentro do que você deseja para o filme.

Finalmente, o diretor, o produtor e outros profissionais da linha de frente do Cinema precisam de conhecimentos aprofundados do funcionamento da sétima arte enquanto indústria, pois lidarão com assuntos como financiamento, captação de recursos e distribuição.

As principais matérias estudadas na faculdade de Cinema

Ao longo de quatro anos, o aluno estudará uma mescla de matérias práticas e teóricas. No início da faculdade, você terá contato principalmente com a história, a teoria e a linguagem do Cinema, podendo assim desenvolver sua base cinematográfica e entender a fundo como a sétima arte surgiu e se desenvolveu.

Em seguida, você começará a ter também disciplinas práticas onde aprenderá a desenvolver sua própria visão. Por meio dos laboratórios de operação de câmera, direção, fotografia, som, roteiro e montagem, o aluno da faculdade de Cinema descobrirá como colocar suas ideias no papel e transportá-las para as telas.

Os oito semestres da faculdade de Cinema, portanto, oferecem um retrato completo e aprofundado de todas as áreas da arte audiovisual, desde direção, roteiro, história, sonorização, fotografia e montagem até o cinema documentário, a produção, o desenho de arte e os figurinos.

As possibilidades de atuação após a faculdade

Após a faculdade, você poderá trabalhar em qualquer função relacionada ao Cinema, seja comandando a produção como diretor — responsabilizando-se pela trilha sonora ou pela montagem — ou, ainda, como produtor ou diretor de fotografia. Além disso, você poderá buscar empregos em outras áreas, como agências de publicidade ou canais de televisão que têm grande demanda para profissionais do Audiovisual.

Afinal, o próprio Cinema está passando por uma revolução. Hoje, é possível criar filmes até mesmo com um smartphone, fazendo com que produzir uma obra audiovisual deixe de ser algo limitado àqueles que têm os recursos para adquirir ou alugar os caros equipamentos da indústria tradicional. Portanto, as chances são cada vez maiores para que as pessoas com o desejo e o talento para fazer filmes consigam realizar esse sonho.

Além disso, a faculdade de Cinema também possibilita que o bacharel ingresse em uma carreira acadêmica, atuando como pesquisador da área e ajudando a preservar e a fomentar o conhecimento. Seguindo pelo mestrado e pelo doutorado, também é possível se tornar professor de Cinema, tanto em uma universidade quanto em cursos de especialização voltados para uma função específica da sétima arte.

O cenário atual do Cinema no Brasil

Contamos com diversos festivais que, por todo o Brasil, incentivam a produção de novos profissionais e até mesmo de estudantes de Cinema. Além disso, a atenção cada vez maior dada ao Cinema brasileiro também coloca o holofote sobre nossos cineastas, fazendo deste um ótimo momento para quem sonha em fazer filmes.

Aquarius, do pernambucano Kleber Mendonça Filho, foi ovacionado no Festival de Cannes. O longa continua sendo sucesso de público e crítica mundo afora. Em 2015, a porcentagem de espectadores de filmes brasileiros em relação ao público total subiu para 13%, contra 12,2% do ano anterior. Além do maior interesse, o crescimento também é resultado do aumento do número de filmes brasileiros lançados, que passou de 114 para 128, sendo 80 filmes de ficção e 48 documentários. Outro dado interessante é que, ainda em 2015, três produções brasileiras ficaram entre as vinte maiores bilheterias do ano: Loucas pra Casar, Vai que Cola e Meu Passado me Condena 2.

Mas, como mencionamos anteriormente, o aluno formado em uma faculdade de Cinema tem possibilidades de trabalho que vão além do próprio Cinema. Na televisão, por exemplo, o Brasil também tem um espaço cada vez maior. De acordo com a Agência Nacional de Cinema (Ancine), 506 produções brasileiras marcaram presença na televisão paga em 2014. O número representa um grande aumento em relação ao ano de 2011, quando a quantidade de programas brasileiros nos canais por assinatura foi de apenas 73.

E então, a faculdade de Cinema é o caminho certo para você? Agora, entre em contato com a gente, conheça melhor nosso curso e venha fazer seus filmes!

Deixar um comentário